Weby shortcut

Notícias

Opções Avançadas   Busca exata   Todas as palavras   Qualquer uma das palavras
Participação da Prof. Anna Benite no FSM
Participação do LPEQI no Fórum Social Mundial
Em 14/03/2018 às 19:20

O Fórum Social Mundial (FSM) nasceu em 2001 por organizações e movimentos sociais que, a partir de uma proposta inicial, se auto-convocaram e mobilizaram para um grande encontro em Porto Alegre, em contraposição ao neoliberalismo representado pelo Fórum Econômico Mundial, que ocorria ao mesmo tempo em Davos, na Suíça.

 

Os acontecimentos mundiais que sucederam ao primeiro FSM chocaram-se com os anseios de paz da humanidade. No mesmo ano 2001 vieram abaixo as Torres Gêmeas. E em nome de combater o terrorismo, o Ocidente capitaneado pelos EUA passou a justificar novas guerras e semear novas formas de terror, a estigmatizar povos inteiros por suas etnias e culturas e a perseguir violentamente os imigrantes. Armou-se sem hesitar para combater justamente a diversidade que o FSM nasceu para celebrar.

 

Contra tudo isso, as lutas reunidas no FSM conseguiram impulsionar mudanças e apontar caminhos. hoje seriamente ameaçados. Na América Latina, em especial, foram possíveis experiências mais democráticas, de ascensão de forças populares, de indígenas e trabalhadores, ou mais progressistas, aos governos. E contra as quais também se organizaram todas as forças conservadoras.

 

Com as primeiras edições em Porto Alegre (2001, 2002, 2003 e 2005), o FSM percorreu o mundo com encontros em Mumbai, Caracas, Karashi, Bamako, Nairobi, Belém, Dacar, Tunis e Montreal. Além de edições temáticas, regionais, continentais.

 

Em 2018 o FSM retorna ao Brasil, na cidade de Salvador, com o tema "Resistir é Criar, resistir é transformar". As atividades acontecem na semana do dia 13 a 17 de março e incluem inúmeras atividades: https://wsf2018.org/todas-atividades/

 

O LPEQI na pessoa da Professora Anna Maria Canavarro Benite, também presidenta da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros - ABPN, participará na manhã do dia 15/03/2018 do seminário intitulado "Transformações e resistências: as necessidades de uma política nacional de formação de pesquisadores negras e negros", juntamente com os professores Nilma Lino Gomes, Paulino de Jesus, Henrique Cunha, Kabenguele Munanga e Glaucius Oliva.

 

Ficou interessado em saber mais do FSM? Visite o site /https://wsf2018.org/

 

2
I CONGRESSO DE PESQUISADORES/AS NEGROS/AS DO NORDESTE – COPENOR
Em 08/11/2017 às 15:28

O I COPENOR pretende ser um espaço significativo de debates, reflexões e proposições em torno da produção intelectual sobre a temática étnico-racial. Tendo como pressuposto, que a diáspora africana é um campo fértil para a compreensão das especificidades étnico-raciais e dos saberes culturais no nordeste brasileiro, bem como da tipologia de relações étnico-raciais no Brasil, constituindo-se um campo importante de reflexões para os NEABS, NEABIS e para as Ciências Humanas e Sociais.

1
LPEQI no III COPENE CENTRO-OESTE
Em 08/09/2017 às 16:23

CO
III COPENE CENTRO-OESTE
Em 28/08/2017 às 10:40

INV
Intelectuais Negras Visíveis
Em 03/08/2017 às 15:31

O Grupo de Pesquisa Intelectuais Negras da UFRJ irá lançar no próximo dia 29 de julho, durante a Festa Literária de Paraty, a publicação “Intelectuais Negras Visíveis – Você pode substituir mulheres negras como objeto de estudo por mulheres negras contando a sua própria história”, que apresentará uma lista de 120 profissionais, entre elas pesquisadoras, escritoras e especialistas em diversos temas e áreas de atuação.

#Pesquisadoras #MulheresNegras #Obras #IntelectuaisNegras#Lançamento