Weby shortcut

Nano-Conto

Atualizado em 24/07/15 16:01.

Texto de Guellwaar Adún:

Muita gente me pediu, indicou, solicitou, orientou, aconselhou, empilhou, sugeriu que explorássemos outras mídias virtuais para divulgar não só meus trabalhos, mas, também, acompanhar, na medida do ‘impossível’, a Literatura Negra que vem sendo desenvolvida no Brasil e no mundo. 

Entendi ser uma tarefa complicada, sobretudo diante da informação de que, aqui no Brasil, a maioria dos estudantes universitários dão o vergonhoso exemplo de ler menos de quatro livros por ano, segundo as mais recentes estatísticas. Logo, já entramos nessa história, perdendo. 

Hesitação houve, até quando foi possível. Porém, a convicção de que podemos formar leitorxs nos espaços mais inusitados da vida serviu como bússola e leme ao mesmo tempo, afinal, minha experiência pessoal é um desses casos. Daí, vamos que vamos.

Acompanhe-nos.


Atualmente, o trabalho que desenvolvo com literatura Negra vem ocupando um espaço em meu perfil, se confundindo com as demais temáticas que abordamos, gerando em alguns momentos uma confusão gostosa, o que não deixa de derivar mais confusão boa de saborear, mas, ainda assim, confusão. (*sorriam)

Topei o desafio-proposta e aí estamos com novas mídias, ampliando nossas possibilidades. Segue a organização das publicações:

• A ferramenta da Ogum’ s Toques http://ogumstoques.wordpress.com/ ficará em permanente desenvolvimento, a fim de aprimorá-lo cada vez mais e já tem cinco postagens nada tímidas para um blog recém construído. 

Obs.: Bom ressaltar que não se trata de um blog acadêmico, logo as publicações pessoais transcorrerão sem a rigidez ou rigor científicos necessários aquele contexto. Também não temos compromisso com nenhuma corrente literária que não seja a Literatura Negra.


1. Na categoria Egbomy & M'Pangi Literários (Escritores que Adoro) temos a luxuosa Mel Adún com seu ‘Quantas tantas’. Lá poderão encontrar um link para o site da UFMG, no qual outros textos da autora foram publicados.

2. Já em Cabaça Nossa (Livros Negros) daremos dicas, nada pretensiosas, sobre livros de autores Negros envolvidos direta ou indiretamente com uma abordagem preta, sem os estigmas naturalizados pelos escritores brancos, revelados nas descrições, papéis, enredos, perspectivas dentre outros elementos narrativos contidos em seus personagens Negros.

Detalhe: É importante lembrar que, quando menino, ‘Livro Negro’ era uma designação preconceituosa para o livro da capa preta proibido de São Cipriano, paradigmas de um país racista.

Enfim, o livro apontado essa semana é o Things Fall Apart do Chinua, e está no pequeno artigo comentário Chinua Achebe: Leitura obrigatória, embora prazerosa ao extremo. ‘De quebra’ temos uma primeira parte do filme que foi roteirizado a partir do livro desse autor.

Sintam-se livres para enviarem suas sugestões de literatura Negra para o email ogumstoques@gmail.com. Incluiremos indiscriminadamente qualquer indicação, desde que devidamente assinada e com um mínimo de razões que a respalde.


3. No Pré-Sal Literário temos um material pancadeiro do pensador Ricardo Riso, sob o título Malangatana Valente – poemas. Deliciem-se e acompanhem seu blog. É primoroso e de fato um pré-sal literário.

4. Já no Assentamento Literário temos os nano-contos da Ogum’ s Toques Negros, alguns requentados outros inéditos. Aos sábados teremos de volta, para felicidade geral da nação Preta, as Poesias Pretas Sabáticas.

Enfim, é isso. Espero verdadeiramente que gostem. Comentem. Critiquem. Divulguem. Compartilhem. O desafio que temos pela frente, enquanto escritorxs Negrxs é gigantesco e quanto mais armas reunirmos nessa guerra, melhor. Ou seja, outras cantigas estão a caminho. Desejo muito que esse espaço propicie bons encontros, debates respeitosos e enriquecedores e tudo mais que merecermos e somos sabedores que merecemos o melhor dessa vida, ‘apesar de tanto não e tanta dor que nos invade (...)’.

P.S.: No twitter já estamos presentes diariamente com os nano-contos da Ogum’ Toques Negros, muitos já publicados em minha página virtual e tantos outros inéditos.

 

Para mais informações acessem: www.facebook.com/OgumsToques/info

Listar Todas Voltar